Notícias
Destaques
Artigos
Outros mercados
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
Artigos
2009-07-13

A sua génese remonta ao dia 19 de Agosto do ano de 1973, altura em que o seu fundador, José Carneiro Alves, iniciou actividade na área dos combustíveis. Anos mais tarde, em 1985, a empresa adoptou a denominação de J. Carneiro Alves & Filhos, Lda. e, devido ao aumento do volume de negócios de cada ramo, no início do ano 2000, dividiu-se em três empresas, a J. Carneiro Alves & Filhos, Lda. (Electrodomésticos), J. Carneiro Alves & Filhos II – Equipamentos de Telecomunicações, Lda. e a J. Carneiro Alves & Filhos – Combustíveis, Lda.

PUB
2009-06-29

O espaço Mendia & Mendia, em Alcabideche, preparou uma sala com electrodomésticos V-ZUG e GE e convidou os clientes e parceiros para o 1º Encontro Gourmet V-ZUG. A marca suíça aposta neste tipo de acções para mostrar a arquitectos e consumidores as funcionalidades dos seus produtos. O enfoque foi especialmente para os fornos Combi-Steam SL e Combair-SteamS com a tecnologia de vapor da V-ZUG, um gerador externo que permite uma formação rápida e precisa de vapor e o adapta, de uma forma optimizada e contínua, aos alimentos.

2009-06-24

Posicionar, diferenciando. É este o principal enfoque da Airlux Portugal na actualidade. A estratégia passa por uma mudança de mentalidade e de atitude perante o futuro, apostando na sua diferenciação face às demais propostas existentes no mercado e concentrando-se naquilo que melhor sabe fazer. Os próximos dois anos serão assim muito dinâmicos e ricos em novidades, tendo como horizonte o posicionamento das marcas em todos os segmentos de mercado, com uma gama ampla e completa e uma abordagem comercial distinta, que sejam capazes de suprir todas as necessidades dos consumidores.

2009-05-28

Os consumidores e as empresas portuguesas estão a demorar mais tempo a pagar as suas compras. Segundo o mais recente relatório European Payment Índex, realizado pela Intrum Justitia, a percentagem de incobráveis em Portugal permanece num nível elevado, cerca de 2,7 por cento do total do volume de negócios, mas, por outro lado, há mais facturas a serem pagas dentro do prazo de 30 dias. No entanto, uma evolução desfavorável revela uma maior percentagem de dívidas que permanecem por pagar após os 90 dias.

2009-04-16

Carlos Pinto Ascensão, Partner da Esinow e Director do Portal Webmarketing, estudou a visibilidade do sector Electro na Internet e apresenta as conclusões no artigo de opinião do próximo de destaque da edição impressa.

PUB
Capa da Revista



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos