Notícias
Destaques
Artigos
Outros mercados
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
Artigos
2012-01-30

Quando pensei em realizar uma reunião de trabalho com os vários formatos de distribuição, a produção e os serviços do sector em que todos contribuíssem com ideias para possíveis soluções para o mercado, a grande maiorias das pessoas com quem partilhei esta ideia classificaram-na como uma verdadeira “Missão Impossível”.

Foi esse mesmo lema que aproveitamos como imagem de comunicação para o Encontro 2012, exactamente por saber que o mercado Electro tem características individualistas e que a união não é um ponto forte do sector em Portugal.

2012-01-24

O debate aberto que inicia o Encontro 2012 será moderado por João Dantas Vizoso, um profissional com mais de uma década de ligação ao mercado através do cargo de responsável de vendas da Pioneer em Portugal. Apesar de retirado do mercado considera-se ainda hoje "emocionalmente" ligado ao sector nunca deixoui de acompanhar toda a envolvência deste sector que o "apaixona e do qual não se consigue desligar completamente".

"Querer ser útil e dar a melhor prestação que conseguir no apoio desta excelente e crucial iniciativa da Revismarket, um encontro onde se irão trabalhar ideias e elaborar planos de acção para o desenvolvimento e consolidação do futuro do sector Electro em Portugal" foram os motivos mais que suficientes para aceitar o convite e ser moderador do debate. Acredita que "estamos numa fase de grandes mudanças estruturais, numa mudança de paradigma que nos obriga a todos a pensar e actuar com ideias e iniciativas "fora da caixa".

PUB
2012-01-24

José António Rousseau confirmou a sua presença no painel de debate do Encontro 2012 no dia 10 de Março . O especialista na área da distribuição, consultor e docente universitário que depois de 30 anos como director geral da APED, iniciou a sua nova actividade como Senior Adviser da emnos, assume a sua paixão pela distribuição. "Vivo e sinto profundamente a temática da Distribuição a quem dedico parte da minha vida há mais de 30 anos, estudando, escrevendo, ensinando e trabalhando nela. Interesso-me por tudo quanto lhe diga respeito, nomeadamente, pela compreensão dos seus fenómenos, desafios e mutações constantes. Acredita que " hoje, o mercado dos EEEs (Empresas de Equipamento Eléctricos) é daqueles que no âmbito da Distribuição se apresenta como dos mais problemáticos e desafiantes, e constitui uma razão mais que suficiente para despertar o meu interesse em participar num debate sobre o seu futuro."

Segundo o especialista a resposta para o futuro do comércio especialista assenta essencialmente em 6 R’s:

2012-01-24

Jorge Gonçalves, presidente da EISA e fundador da Audio e Cinema em casa, confirmou a sua presença no painel de debate do Encontro 2012 no dia 10 de Março . Aceitou o convite para esta acção porque acredita que é fundamental que "todos os que trabalham na área da electrónica de consumo em Portugal discutam juntos as novas realidades e encontrem soluções comuns que permitam construir pontes para o futuro e não degladiarem-se mutuamente. Os desafios colocam a fasquia bem alta por isso será sempre um erro ficarmos parados sem nada fazer"

Na sua opinião, "o comércio retalhista, seja ele baseado numa grande superfície ou numa loja especializada, tem que se preparar para as novas realidades que giram em torno dos novos conceitos de entretenimento doméstico: fim à vista para o suporte físico de conteúdos, mobilidade total com a inerente possibilidade de fruição desses conteúdos em qualquer dispositivo com ecrã, novos conceitos em TV e áudio, novos métodos de fornecimento de conteúdos (fundamentalmente apoiados numa estrutura Web) e assim por diante. Tudo isto implica formação, mudança de mentalidades e, fundamentalmente, mudança total no conceito de exposição de produto, já que este, em si, divide a sua importância com os conteúdos que nele se podem utilizar" .

2011-12-20

José António Rousseau, consultor e docente universitário com mais de 30 anos de experiência em distribuição, dá a sua opinião sobre o futuro para as grandes superfícies especializadas num artigo onde explica também algumas estratégias possíveis para os retalhistas clássicos.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos