Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
Artigos
2015-03-27

O observatório global LuxHub de Research & Insights lançou o seu primeiro relatório sobre as tendências globais no mercado de luxo, concluindo que as marcas serão obrigadas a mudanças para satisfazer as necessidades dos seus consumidores, dinamizar o processo de compra e atrair novos clientes. Algumas das tendências passarão pela customização das compras online, entrada em novos mercados ou mudanças em termos de media.

Leia ou descarregue aqui o artigo completo após fazer o registo GRATUITO no site Rm-Premium (ainda em fase de testes)

PUB
2015-03-27

Um estudo do Cetelem sobre Literacia Financeira revelaque 20% dos portugueses não fazem qualquer gestão do seu orçamento familiar. Umaumento significativo relativamente a 2014 quando apenas 2% dos inquiridosconfessava não controlar os seus gastos e ganhos. A consulta do extratobancário continua a ser a forma de controlo preferida dos portugueses.

Leia o artigo completo fazendo o registo GRATUITO no site Rm-Premium (ainda em fase de testes de pré-lançamento)

2015-03-27

Os fenómenos do Click & Collect e o Drive são dois pilares que funcionarão como elementos diferenciadores e motores de crescimento do e-commerce. Será um serviço de tratamento de encomendas fundamental para empresas interessadas em corresponder às expectativas de serviço dos seus clientes. Um estudo revelado pela Retail Strategy e JDA Software apresenta as principais tendências e dados relativos ao Drive e Click & Collect em Inglaterra, França e Alemanha.

Leia ou descarregue aqui o artigo completo após fazer o registo GRATUITO no site Rm-Premium (ainda em fase de testes)

PUB
2015-03-27

Os peritos em segurança online da Kaspersky Lab decidiram juntar-se à comunidade de bio-hacking sueca BioNyfiken para perceber o alcance e riscos de hacking de ligar o corpo humano à Internet.

2015-03-17

As previsões da IDC revelam que o mercado nacional de TI atingirá os 3,46 mil milhões de euros em 2015, o que significa um crescimento de 0,9%. A principal tendência na base desta melhoria é sobretudo o rápido desenvolvimento da ‘3ª Plataforma de TIC’ que assenta na Mobilidade, Serviços Cloud, Tecnologias Socias e Big Data.

A IDCA estima que 2014 foi o ano em que o mercado nacional de TI inverteu a tendência negativa dos últimos cinco anos, o período de maior crise de sempre do setor em Portugal, com um crescimento de cerca de 1,3%. O valor encontra-se ainda, no entanto, abaixo da média de crescimento mundial e europeu, de 3,5% e 1,9%, respetivamente.A IDC apresentou ainda as 10 tendências, com destaque para o novo contexto económico e o rápido desenvolvimento da 3ª Plataforma de TIC, que levam a prever que o mercado de IT nacional cresça 0,9% em 2015, 1,7% em 2016 ou 1,9% e 2,2% em 2017 e 2018.

Leia o artigo completo fazendo o registo GRATUITO no site Rm-Premium (ainda em fase de testes de pré-lançamento)

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos