Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
Artigos
2008-02-26

É portuguesa e a primeira mulher a assumir um cargo de direcção geral da Fnac. Cláudia Almeida e Silva é a nova directora geral da Fnac Portugal, sucedendo a Enrique Martinez, entretanto nomeado director geral da Fnac Espanha e responsável pela Península Ibérica. Ao “volante” da operação portuguesa desde o passado dia 1 de Fevereiro, não avança mudanças nem traça novos objectivos, mas pede níveis de exigência cada vez mais elevados. O seu grande objectivo coincide com o da organização, de continuar a história de sucesso da Fnac no mercado nacional, pela via da inovação e da surpresa para o consumidor.

PUB
2008-02-12

Os chefes de secção são “apaixonados pela função apesar da enorme pressão”. Os mais jovens exercem maioritariamente em hipermercado Estão próximos do produto, das suas equipas e dos clientes. Resistem á pressão e resignaram-se a trabalhar ao Sábado. Já exerceram pelo menos duas funções de grande distribuição e têm como estimulo o volume da facturação a realizar mas sentem-se frustrados pela falta de autonomia em relação á central.

2008-01-28

O mercado de cuidado da roupa e da casa não mudou muito ao longo dos anos, com os hábitos dos consumidores a manterem-se mais ou menos na mesma ao longo dos anos. Contudo, segundo um novo estudo da Datamonitor, os consumidores estão a preferir cada vez mais uma abordagem de baixa manutenção, mostrando menos “orgulho” na limpeza do lar e no cuidado com a roupa. Esta ideia espelha as mais recentes tendências de design de interiores, como a mudança para soalhos rígidos e de fácil manutenção.. O menos é mais para aqueles que preferem maximizar os tempos de lazer.

2007-12-04

Pelas oito horas da manhã da próxima Quinta-feira, dia 6 de Dezembro, a sétima loja Media Markt em Portugal e a 500.ª na Europa abre as suas portas na Zona Comercial de Alfragide.

2007-12-03

Os gastos na época de Natal são um poderoso indicador do consumo. Mas o estudo anual da Deloitte, não deixa muitas razões para sorrir. Os dados apurados pela consultora mostram que os portugueses são dos europeus que menos vão gastar este Natal, estando o seu orçamento calculado nos 596 euros.

PUB
Capa da Revista



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos