Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
Destaques
2013-07-10

A crise não pode ser a “culpada” de tudo. Muitas vezes, as empresas de retalho têm dificuldades em “exportar” um modelo de negócio bem sucedido no seu mercado de origem mas que não vinga além-fronteiras, nomeadamente em mercados já maduros. E a Best Buy é um exemplo paradigmático. Cinco anos após ter pisado território europeu, o maior retalhista mundial de electrónica de consumo anunciou a retirada desta geografia, onde, tal como na China, não conseguiu replicar o sucesso obtido dentro dos Estados Unidos da América e que lhe tem valido, há já alguns anos, a liderança mundial das vendas a retalho do sector.

A maior retalhista mundial de electrodomésticos e electrónica de consumo pôs fim à sua parceria com a britânica Carphone Warehouse, vendendo a sua participação na “joint-venture” por 775 milhões de dólares, pagos em numerário e em acções. Esta decisão estratégica custa, ainda, à Best Buy mais 45 milhões de dólares, para indemnizar a Carphone Warehouse pela ruptura de algumas questões contratuais.

PUB
2013-06-27

Esta é uma nova rubrica da edição impressa da Revismarket. Nesta revista do primeiro semestre, resolvemos "desenterrar" algumas histórias passadas e perceber o que aconteceu às organizações que as protagonizaram. Inauguramos a rubrica com a marca portuguesa Briel que já passou por muito e "renasce" mais uma vez em 2013.

Em 2009, a Briel foi destaque pela sua mudança de administração que pretendia "cortar com o passado e definir novos rumos". Após incêndios, insolvências, projectos de recuperação, novas insolvências, passados estes anos, o que aconteceu a esta marca bem portuguesa?

2012-11-28

“Se queres conhecer o passado, examina o presente que é o resultado; se queres conhecer o futuro, examina o presente que é a causa”. - Confúcio

Confúcio disse que para prever o futuro dever-se-ia olhar para o passado. E é isso que propomos fazer nesta última edição de 2012. Aceite o nosso convite para uma viagem pelos acontecimentos que marcaram os últimos dois anos do sector Electro:

- Dois anos onde a tal da crise, que já cá andava desde 2008/2009, fez sentir de forma mais forte os seus efeitos.

- Dois anos marcados sobretudo por palavras com conotação negativa, como austeridade, desemprego, desinvestimento, prejuízos e falências.

- Dois anos onde o sector da distribuição inverteu a tendência de criação de emprego que lhe era reconhecida, encerrando lojas, desinvestindo, saindo de mercados e refreando os seus projectos de expansão.

- Dois anos onde os fabricantes se debateram com dificuldades em manter os resultados, mas tentando, mesmo assim, agitar as águas com propostas tecnológicas arrojadas e inovadoras.

- Dois anos onde se verificaram alguns negócios importantes, com as empresas melhor posicionadas a aproveitarem a conjuntura para adquirir outros “players” estratégicos.

- E, acima de tudo, dois anos que viram nascer um novo consumidor, transformado num verdadeiro perito, mais racional nas suas decisões e com hábitos de consumo completamente distintos.

2012-07-03

Agora já pode consultar todas as edições impressas no formato online desde 2010.

2012-02-14

O painel de especialistas para o debate de abertura do Encontro 2012 está finalmente completo. João Dantas Vizoso, um profissional com mais de uma década de ligação ao mercado, e que, apesar de retirado, nunca deixou de o acompanhar, será o moderador e irá abrir o debate com o tema "Quais as perspectivas futuras perante a degradação do poder de compra dos consumidores portugueses? Como reagir?". Pedro Camarinha irá explicar quais os mecanismos a desenvolver para ultrapassar o crescente risco de cobranças e de que forma as dificuldades de acesso ao crédito podem reforçar a relação com os consumidores.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos