Notícias
Destaques
Artigos
Outros mercados
Banco de imagens
Banco de oportunidades
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
MercadoL.Branca/PAEMultimédiaExclusivos
2014-09-08

O sector do retalho alimentar e não alimentar registou no primeiro semestre de 2014 um ligeiro crescimento, de 0,4% face ao período homólogo, com um total de volume de vendas de 8.475 milhões de euros, de acordo com o Barómetro de Vendas da APED – Associação Portuguesas de Empresas de Distribuição.

A deflação sentida sobretudo nos produtos alimentares, conjugada com a aposta em diversos formatos promocionais, levou a uma estabilização do crescimento das vendas do retalho alimentar em 0,4%. Por outro lado, o retalho não alimentar começa a denotar sinais de recuperação, apresentando uma variação positiva de 0,5% do volume de vendas. “Este ligeiro crescimento reflecte uma maior confiança por parte dos consumidores mas traduz também o enorme esforço das empresas do sector, cujo foco sempre foram os consumidores e as famílias portuguesas. O retalho soube adaptar-se a uma crise de consumo sem precedentes apostando na inovação, no serviço e em produtos de qualidade, com a melhor proposta de valor”, afirma Ana Isabel Trigo Morais, directora geral da APED.

PUB
2014-09-08

O Carrefour assinou um acordo de franchising com a Compania Rimini, apostado na sua expansão na Roménia através de pequenos formatos e atraindo retalhistas independentes.

Segundo o Ziarul Financiar, o parceiro, que possui 20 lojas na região norte do país, poderá tornar-se no maior franchisado do Carrefour quando o rebranding se conclua dentro de um ano. Até agora, foram convertidas quatro lojas para o formato de conveniência Express e de supermercados Contact.

Este último formato foi introduzido recentemente no país e direcciona-se a uma população rural. A Compania Rimini quer abrir novas lojas nas zonas rurais, onde ainda há pouca concorrência dos operadores internacionais.

Com a cortesia da Grande Consumo.

2014-09-08

A Reta – Serviços Técnicos e Rent-a-Cargo, S. A adquiriu semi-reboques furgão Duplo Deck para a sua frota de aluguer, projetcados para transporte em dois níveis.

Estes semi-reboques Dogalvan Duplo Deck vão permitir optimizar o espaço e aumentar os cuidados com a mercadoria. Estes caracterizam-se pelo acabamento interior em chapa galvanizada, com guias e calhas integradas na parede, o que aumenta a sua durabilidade. O exterior tem um acabamento em plywood e a sua largura interior é de 2,47 metros.

“A aquisição destes semirreboques vem no seguimento da estratégia que tem sido desenvolvida em 2014. A Reta continua a reforçar a sua frota de aluguer, com viaturas novas. Após um reforço com a compra de semi-reboques de lonas e frigoríficos no inicio deste ano, a aposta passou agora pelos semi-reboques furgão Duplo Deck da marca LeciTrailer”, explica Paulo Caires, director de marketing da Reta.

2014-09-08

A Luís Simões acaba de adquirir o primeiro veículo movido a gás natural liquefeito (GNL), que permite uma redução da emissão de gases poluentes, para a sua frota de pesados.

Segundo o comunicado da empresa, o novo veículo, movido a GNL, representa uma alternativa mais limpa aos combustíveis fósseis e proporciona uma maior comodidade na condução. As vantagens na utilização de um veículo desta natureza vão desde uma redução de cerca de 20% na emissão de CO2 até uma diminuição na ordem dos 70% do ruído (para o ouvido humano representa cerca de quatro vezes menos ruído), em comparação com veículos semelhantes movidos a combustíveis convencionais.

2014-09-02

O Carrefour está a apostar no Dubai, onde abriu um novo hipermercado, no centro comercial BurJuman.

No desenvolvimento deste novo ponto de venda, o retalhista francês contou com a colaboração da Majid Al Futtaim, seu parceiro na região.

O Carrefour está também a estudar a possibilidade de instalar-se no metropolitano daquele emirado. A loja na estação Union Station e tem abertura marcada para a segunda metade deste ano.

Com a cortesia da Grande Consumo.

2014-09-02

O volume de negócios da Sonae cresceu, no primeiro semestre, 4,7% para os 2.306 milhões de euros, beneficiando do contributo positivo de todos os negócios. Na Sonae MC as vendas aumentaram 2,6% e na Sonae SR cresceram 12%, com a actividade internacional a evoluir 14,5%. Todos os formatos chave do retalho ganharam quota de mercado.

“A Sonae apresentou um desempenho consistente ao longo dos primeiros seis meses do ano, apoiado no crescimento sustentado das suas vendas em todas as áreas de negócio e em contínuas melhorias operacionais e financeiras”, comenta Paulo Azevedo, CEO da Sonae. “No retalho alimentar prosseguimos com o compromisso de estar ao lado das famílias portuguesas através da melhor proposta de valor, traduzida numa descida significativa dos preços que superou os 2%. O Continente é o “player” com os preços mais baixos do mercado e líder destacado no sector, tendo inclusive reforçado a sua quota de mercado nos primeiros seis meses do ano. A área de retalho alimentar da Sonae registou o maior aumento de vendas no sector ao crescer 3,5% no trimestre e melhorar a sua posição competitiva, o que só é possível pela eficiência das suas operações e solidez financeira”.

2014-09-02

A Hotpoint está a apostar numa estratégia de proximidade com os consumidores portugueses através do patrocínio de alguns dos mais importantes eventos gastronómicos que se realizam nesta fase do ano.

O Festival das Gastronomias Mediterrânicas (Vila Nova de Milfontes) e o Porto Wine Fest (Vila Nova de Gaia) são os eventos onde a marca se tem destacado, através de equipamento e iniciativas próprias. Até ao final do mês de Setembro ainda vai marcar presença no Vinho Verde Wine Fest (Ribeira do Porto) e no Douro Wine Fest durante a Festa das Vindimas (Peso da Régua). Segundo a marca, estes patrocínios permitem "estar ininterruptamente junto de targets estratégicos – prescritores e consumidores – durante os meses todos de Verão".

2014-09-02

A Amazon irá entrar na zona de comércio livre de Xangai, numa outra aposta para consolidar a sua actividade na China.

Com esta incursão, a gigante do “e-commerce” poderá vender toda a sua gama de produtos beneficiando de uma legislação menos rígida.

De acordo com a agência oficial Xinhua, a Amazon assinou um acordo de cooperação para desenvolver o comércio electrónico transfronteiriço na zona de comércio livre de Xangai. Não se sabe ainda para quando está agendado o início das operações.

Com a cortesia da Grande Consumo.

2014-09-02

Os lucros do Grupo Auchan diminuíram 14,4% no primeiro semestre, comparativamente ao mesmo período de 2013, totalizando 272 milhões de euros.

De acordo com o retalhista francês, esta queda deveu-se a problemas registados em alguns mercados, nomeadamente o italiano, e à instabilidade na Ucrânia e Rússia.

As vendas do grupo cresceram 12,4%, para os 26.027 milhões de euros, em parte devido à consolidação nestas contas da filial chinesa Sin Art Retail. Nas actividades já existentes, a facturação encolheu 5,5% na Europa Ocidental, queda compensada parcialmente pelo crescimento de 9,3% na Europa Central e de Leste e de 3,2% na China, sem ter em conta o efeito da nova filial.

Com a cortesia da Grande Consumo.

2014-09-02

A Sonae vai disponibilizar a empresários e empreendedores a oportunidade de desenvolverem negócios na área das parafarmácias e ópticas através do franchising da Well’s.

“As novas lojas Well’s em franchising poderão ser novos espaços a abrir para este propósito ou resultar da remodelação de lojas já existentes (parafarmácias e/ou ópticas), as quais passarão a beneficiar de todas as vantagens Well’s, ao nível da força da marca, gama de produtos, preços, conceito de loja e de proposta promocional única, assente no cartão Continente”, afirma a Sonae em comunicado.

2014-09-02

A norte-americana Walmart registou um volume de negócios de 175,4 milhões de euros, no primeiro semestre, crescendo 1,8% em termos homólogos.

A maior retalhista do mundo viu, no entanto, os seus lucros diminuírem 2,1%, para os 5.736 milhões de euros, num período marcado por fortes investimentos no âmbito do comércio electrónico.

O segundo trimestre foi penalizador para os resultados da empresa, que sofreram um impacto negativo de 519 milhões de euros devido à flutuação das divisas. Mesmo assim, os lucros somaram 3.054 milhões de euros, mais 0,6% que no ano anterior, e as vendas cresceram 2,8% para os 89,6 milhões de euros.

Com a cortesia da Grande Consumo.

2014-09-02

A Staples lança a 5.ª edição do Banco Escolar, um projecto desenvolvido em parceria com a ENTRAJUDA, que pretende contribuir para prevenir casos de abandono e insucesso escolar, ajudando a quebrar ciclos de pobreza, através da doação de material escolar. A edição de 2015 decorre até o dia 14 de Setembro.

A Staples vai disponibilizar na sua rede de lojas vales de um e dois euros que os clientes podem adicionar às suas compras. O valor dos vales é convertido em material escolar tendo em conta as necessidades das instituições identificadas pela ENTRAJUDA..

PUB
Capa da Revista


Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos