Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

Bruxelas quer saber se Amazon prejudica empresas que vendem no seu marketplace
2018-10-08

A Comissão Europeia está a averiguar junto dos retalhistas e fabricantes se as vendas de produtos de marca própria da Amazon similares aos seus prejudicam o seu negócio, o que poderá desencadear uma investigação formal à gigante norte-americana.

A comissária europeia responsável pela pasta da concorrência, Margrethe Vestager, disse na semana passada que Bruxelas estava a apurar se a Amazon estaria a utilizar dados dos seus "sellers" ilegalmente, ao fazer-lhes concorrência com os seus próprios produtos, feitos ou melhorados com base naquela informação.

Num questionário enviado aos vendedores, a Comissão Europeia pergunta se os produtos de marca própria lançados pela Amazon nos últimos cinco anos são idênticos ou muito semelhantes aos de concorrentes oferecidos na sua plataforma. As questões abordam ainda até que ponto aqueles artigos afetaram o seu negócio, investimento, marketing, política de preços, estratégia de vendas e decisões de negócio. O regulador quer também saber se a Amazon contactou os seus vendedores antes do lançamento de novos produtos.

Os intervenientes têm até 9 de outubro para responder ao questionário da Comissão Europeia. O objetivo é apurar se os dados obtidos pela Amazon lhe dão uma vantagem face à concorrência e se configuram uma situação de abuso de posição dominante no mercado.

Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos