Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
SONICWALL aponta armas às ciberameaças evasivas que afetam redes wireless, aplicações web e endpoints
2019-03-25

A SonicWall anuncia novas ofertas de plataformas e melhorias destinadas às empresas pequenas, médias e distribuídas, para que se possam proteger de ataques dirigidos às redes wireless, às aplicações na cloud e aos endpoints. Além de uma nova linha de firewalls concebidos para consolidar a segurança, as ligações de rede e o desempenho, a SonicWall apresenta novos pontos de acesso wifi geridos na cloud e ferramentas de planificação de redes wireless destinadas a facilitar a implementação de redes wireless globais.

A empresa também oferece proteção em tempo real de aplicações na cloud, como o Office 365, G Suite, Box e Dropbox, além de dotar as organizações com funções de deteção e resposta de endpoints (EDR).

«Os cibercriminosos aproveitam as falhas que involuntariamente deixam no tecido da sua arquitetura de segurança», afirma Bill Conner, presidente e CEO da SonicWall. «A missão principal da SonicWall é facultar às organizações formas de melhorarem a sua posição face à segurança e de se protegerem melhor contra o crescente número de vulnerabilidades. À medida que a nossa plataforma evolui, expande-se e integra-se, continuamos a oferecer soluções de segurança de eficácia comprovada às organizações que pretendem melhorar a sua visibilidade, agilizar os processos e otimizar a rentabilidade».

Planificar e proteger as redes wireless em expansão

Para melhorar a segurança das redes wireless e o desempenho das PMEs e das empresas distribuídas, a SonicWall propõe toda uma gama de novas soluções de implementação e gestão baseadas na cloud.

O SonicWall WiFi Cloud Manager e a SonicWiFi Mobile App simplificam as funções de acesso, controlo e resolução de problemas das ligações wireless em redes de qualquer envergadura ou em qualquer região, com acesso de autenticação única (SSO) proporcionado pelo Capture Security Center a partir da cloud para garantir a aplicação de medidas de segurança adequadas.

Administrar novo hardware wireless requer demasiado tempo na adoção de medidas adequadas para que os colaboradores da empresa recebam uma ligação wireless segura e de alto rendimento. Ao combinar o SonicWall WiFi Cloud Manager com o SonicWall Zero-Touch Deployment e as redes de malha wireless, é possível ampliar a ligação wireless numa questão de minutos. Graças ao Capture Security Center, os administradores também podem aproveitar as fáceis e intuitivas funções de inspeção do SonicWall WiFi Planner para desenhar e instalar redes wireless seguras que melhoram a experiência dos utilizadores e garantem a produtividade dos funcionários.

As organizações podem combinar pontos de acesso SonicWave com firewalls SonicWall para obter um acesso wireless de alta velocidade 802.11ac Wave 2 e inspeção profunda de pacotes (DPI) de tráfego encriptado e por encriptar. Estes novos pontos de acesso também podem ser instalados com segurança sem um firewall SonicWall e oferecem serviços de segurança integrados, como o serviço de ambiente isolado Capture Advanced Threat Protection (ATP) ou o Serviço de Filtragem de Conteúdos da SonicWall.

Novos firewalls consolidam a segurança, ligações de rede e rendimento

Os administradores de TI necessitam de uma solução que responda às suas preocupações sobre a segurança, a conectividade e o rendimento com um dispositivo de tamanho reduzido e a um preço ajustado ao seu orçamento.

Os novos firewalls SonicWall das séries SOHO 250 e TZ350 oferecem uma solução de segurança unificada com um baixo custo total de propriedade. Desenhados para empresas pequenas, médias e distribuídas com escritórios remotos, o SOHO 250 e o TZ350 incorporam funções de rede essenciais e uma grande eficácia em segurança, com capacidade para proteger os dados e os dispositivos conectados, incluindo IoT.

A nova gama de firewalls combina a prevenção de ameaças a alta velocidade e a tecnologia de redes de área extensa definida por software (SD-WAN) com uma amplia variedade de funções wireless e de rede, assim como opções de instalação simplificada e gestão centralizada.

A tecnologia SonicWall Secure SD-WAM permite reduzir custos ao substituir a dispendiosa tecnologia MPLS por um acesso à Internet de menor custo. A instalação dos firewalls SOHO 250 e TZ350 é muito simplificada, graças ao SonicWall Zero-Touch Deployment, um componente chave do Capture Security Center baseado na cloud da SonicWall.

Segurança das aplicações críticas para o negócio na cloud

As aplicações na cloud são fundamentais para a produção, venda e comunicações das organizações, pelo que cada vez mais são o alvo dos ataques. Para deter as variantes de malware sem precedentes, os ataques seletivos de phishing, a apropriação de contas devido a credenciais comprometidas e à perda de dados na cloud, a SonicWall Cloud App Security 2.0 proporciona proteção em tempo real para aplicações SaaS críticas para o negócio, como Microsoft Office 365, G Suite, Box e Dropbox.

Para identificar e mitigar os efeitos do software malicioso ou ficheiros armazenados em soluções SaaS, como OneDrive e SharePoint, a SonicWall Cloud App Security 2.0 integra-se com o serviço de ambiente isolado Capture ATP, que inclui a tecnologia Real-Time Deep Memory Inspection (RTDMI™), cuja patente está ainda em trâmite. As novas funções ampliam as capacidades de deteção e prevenção automatizadas de violações de segurança em tempo real em entornos SaaS autorizados e permitem monitorizar o tráfego de utilizadores na cloud e de cloud para cloud, para identificar aplicações não autorizadas.

Deteção e resposta avançadas para endpoints

O SonicWall Capture Client 2.0, desenhado para melhorar o tempo de resposta, a visibilidade e os conhecimentos sobre ameaças avançadas dos administradores, oferece às organizações um controlo ativo do estado dos endpoints, com capacidades avançadas de deteção e resposta para endpoint (EDR).

Os administradores têm, assim, a capacidade de rastrear a origem e o destino previsto da ameaça, eliminá-la e pô-la de quarentena, se necessário, além de restaurar os endpoints para um estado prévio seguro em caso de infeção.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos