Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

IKEA lança iniciativa para reduzir desperdício alimentar em 50%
2017-06-19

A IKEA está a implementar a iniciativa “Food is Precious” em todas as suas lojas, com o objetivo de reduzir o desperdício alimentar nas suas operações em 50% até ao final do ano fiscal 2020. Uma solução de escala, que avalia o desperdício orgânico e as suas causas, permitindo aos colaboradores IKEA encontrar respostas inteligentes para evitar a perda de alimentos. Esta solução, já implementada em mais de 20% das lojas IKEA, permitiu salvar 176 mil refeições, em aproximadamente 6 meses. Os restaurantes das mais de 340 lojas IKEA em todo o mundo recebem cerca de 650 milhões de visitantes, anualmente.

Todos os dias, cerca de um terço dos alimentos produzidos em todo o mundo são desperdiçados ou deitados fora, o que equivale a cerca de 1.3 mil milhões de toneladas de alimentos desperdiçados por ano. Enquanto isso, uma em cada nove pessoas da população mundial passa fome. Isto significa que um quarto dos alimentos atualmente perdidos ou desperdiçados globalmente poderia alimentar 870 milhões de pessoas com fome.

Ser responsável na utilização dos recursos é um valor central na IKEA e os alimentos são preciosos demais para serem desperdiçados. Através desta solução inteligente, composta por um ecrã tátil conectado a uma balança de chão, sobre a qual se coloca um caixote, os restaurantes, lojas suecas e bistrôs IKEA vão poder medir e registar o desperdício de alimentos. Os dados recolhidos ajudam a identificar formas de melhorar as operações e prevenir que os bens acabem no lixo.

O objetivo é reduzir o desperdício de comida nas operações alimentares da IKEA em 50% até ao final de agosto de 2020. Em maio deste ano, mais de 20% de todas as lojas IKEA já tinham implementado este projeto, reduzindo em 79.000 kg o desperdício alimentar. Isto significa que foi evitada a emissão de 341.000kg de CO2 - correspondente a 473 voos entre Estocolmo e Londres.

A solução está a ser implementada nos mercados IKEA progressivamente, desde dezembro de 2016. Nas lojas aderentes, 70% dos colaboradores IKEA Food mostram-se orgulhosos e 50% confessa que este projeto os incentivou a tomar medidas para diminuir o desperdício alimentar também nas suas casas.

“É muito encorajador ver os primeiros resultados do Food is Precious! Graças ao envolvimento dos colaboradores e à solução de medição, vemos uma redução de desperdício alimentar de até 30%, somente após alguns meses. Estou a seguir este projeto de perto e espero que consigamos incentivar outras empresas a encarar os alimentos como um recurso precioso”, afirma Michael La Cour, diretor global de IKEA Food Services.

Michael La Cour é hoje nomeado membro da coligação Champions 12.3 – uma parceria de líderes governamentais, empresas, organizações internacionais, instituições de pesquisa e sociedade civil, dedicada a acelerar o progresso em direção à Meta de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDG) 12.3 para desperdício de alimentos.

“Os membros da Champions 12.3 lideram globalmente o tema do desperdício alimentar. Esta coligação reúne líderes de alto nível de vários setores que afetam o fornecimento global de alimentos, para motivar e demonstrar que a redução do desperdício alimentar é possível e necessária. Enquanto membro da Champions, estou entusiasmada por ter o Michael e a IKEA neste movimento”, considera Liz Goodwin, senior fellow e diretora do Food Loss and Waste at World Resources Institute, co-secretariado da Champions 12.3.

Em Portugal, este projeto vai começar a ser implementado até ao final do ano 2017.

“Estamos muito entusiasmados com o Food is Precious. Numa área em que tratamos bens perecíveis e em que os nossos padrões de segurança são muito exigentes, o desperdício de alimentos é, de facto, um problema. Com este sistema, vamos conseguir identificar alternativas para melhorar as nossas operações. Este é mais um exemplo de como a sustentabilidade e utilização responsável dos recursos tem um impacto positivo para as pessoas, para o planeta e para o nosso negócio”, comenta Nuno Ceitil, IKEA Food manager para Portugal.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos