Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

Como será o consumo em 2018?
2018-01-23

De acordo com o relatório “Top 10 Global Consumer Trends for 2018”, publicado pela consultora Euromonitor, a crescente curiosidade sobre a maquilhagem genética assim como o maior interesse na beleza e saúde personalizadas irão alimentar um mercado global que irá desabrochar até 2020.

Uma nova onda de empresas ambiciona oferecer aos consumidores dados com base em estudos genéticos relacionados com a sua saúde, fitness e nutrição. O crescimento deste mercado será global e a concorrência, sobretudo nos mercados não regulados, como o chinês, será intensa. “O mercado de consumo ainda enfrenta obstáculos, como as legislações específicas de cada país. As empresas necessitam de ser claras para os consumidores sobre as limitações desses dados ou arriscam-se a perder a sua confiança”, defende Alison Angus, autora do relatório. “Contudo, está-se a melhorar do lado da legislação e o mercado continua a evoluir, pelo que é provável que as startups inovadoras invistam em novas tecnologias”.

Com a realidade aumentada a ter uma enorme variedade de aplicações em vários sectores, o seu potencial é vasto, trazendo para as casas dos consumidores os benefícios da compra em loja. A Euromonitor prevê que as vendas do retalho pela Internet cresçam, em valor, a nível global, mais de 3% este ano. “A realidade aumentada melhora a experiência do consumidor, proporcionando uma melhor visão dos produtos, e facilita as eficiências operacionais pela potencial redução das devoluções”, comenta Alison Angus. “O online atrai os consumidores pela sua conveniência e simplicidade e pela possibilidade de comprar a qualquer hora e em qualquer lugar. A capacidade de ver e tocar nos produtos antes de comprar é um bónus. É em parte devido a este aspeto que a experiência em loja continua a ser mais atraente, o que justifica o facto de, em 2017, 88% das vendas em valor globais terem sido feitas nas lojas físicas”.

Quais são, então, as 10 tendências de consumo para 2018? Clean Lifers, The Borrowers, Call Out Culture, It’s in the DNA – I’m so Special, Adaptive Entrepreneurs, View in My Roomers, Sleuthy Shoppers, Co-Living, I-Designers e The Survivors, diz a Euromonitor. “Em 2018, os gastos dos consumidores deverão crescer ao maior ritmo desde 2011. Ao longo do ano, iremos ver os consumidores a continuarem a questionar os seus valores, prioridades e decisões de compra, aprofundando o seu envolvimento com as marcas e os assuntos que lhes interessam”, conclui Alison Angus.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos