Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

Dimas Gimeno quer converter as lojas El Corte Inglés em centros logísticos
2018-03-09

Para ombrear com os gigantes do negócio online, o presidente do El Corte Inglés, Dimas Gimeno, quer aproveitar a localização privilegiada das suas lojas para entregar as encomendas online na casa do cliente mais rápido que todos os outros operadores.

“Podemos entregar em menos de duas horas a quase toda a população espanhola”, disse num encontro organizado pela Câmara de Comércio de Barcelona. “Enquanto as grandes tecnológicas, como a Amazon e a Alibaba, têm os seus centros de distribuição fora das cidades, nós estamos no centro, pelo que podemos ser imbatíveis na velocidade de entrega”.

Dimas Gimeno não descarta, ainda, o estabelecimento de acordos com plataformas que já entregam dentro da cidade em menos de meia hora.

Com o refinanciamento da dívida à banca acordado em janeiro, o El Corte Inglés desfruta agora de recursos para colocar todas as referências que estão nas lojas também disponíveis online. “Para já, temos apenas 200 mil”.

Não obstante, esta aposta na omnicanalidade vai refletir-se na expansão. No futuro imediato, os planos de expansão internacional ficam congelados, assim como a abertura de novos centros em Espanha.

Dimas Gimeno defende que o combate entre o negócio tradicional e as grandes multinacionais de comércio eletrónico não se faz em condições de igualdade, designadamente fiscal, apelando à atuação das autoridades europeias. “Não é concebível pagarmos uma série de impostos de que estas empresas estão poupadas. Ou se regulam estas empresas ou se regula a nossa atividade”.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos