Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB
Revismarket...novo ano, novas posturas...
2009-02-20

"A mudança não assegura necessariamente progresso, mas o progresso implacavelmente requer mudança." (Henry Commager)

A Revismarket não escapa ao progresso, pelo que é chegada a hora de questionarmos a nossa fórmula de trabalho, rever processos, adaptá-los às alterações do mercado em que operamos, e promover algumas alterações. Chegou a hora de pôr em causa práticas e estratégias que, até aqui pareciam adequadas, e correm o risco de se tornar obsoletas à luz dos novos hábitos de comunicação. Assim, implementamos algumas mudanças para o ano de 2009 que queremos, com a nossa habitual transparência, comunicar aos nossos leitores e parceiros.

Novidades na Internet e Newsletters Rm-electro

As estatísticas finais do ano de 2008 da actividade na Internet não deixam margem para dúvidas. Esta é a ferramenta com maior crescimento, mais reconhecimento e com maior procura tanto por parte dos leitores como dos anunciantes.

As newsletters Rm-electro tornaram-se numa ferramenta de apoio que antecipa e alicerça, em tempo recorde, a interface entre os vários intervenientes do mercado. Os resultados de leitura das newsleters em 2008, apesar de já altos, aumentaram 8% e situam-se acima dos 66%, com uma média anual de mais de 4.100 leituras confirmadas por newsletter, segundo as informações disponíveis a 31 de Dezembro de 2008. A nossa base de dados, apesar de estar em permanente actualização, registou também um aumento de 4% durante o ano passado.

Com base nestes resultados, decidimos potenciar a Internet com novidades que vão permitir tirar ainda maior partido desta ferramenta. Sem divulgar ainda algumas surpresas que reservámos para a Web, clarificamos, desde já, junto dos nossos leitores, alguns conceitos que também serão alterados durante este ano.

Romper com hábitos envelhecidos na revista impressa

Sendo a Revismarket uma publicação para profissionais, cola os seus conteúdos nas movimentações e tendências do mercado o que, nalgumas ocasiões, não justifica uma edição impressa mensal, nem de um ponto de vista de rentabilidade nem de interesse de leitura. Por outro lado, com o aumento dos hábitos de leitura na web, não justifica investir páginas na publicação de notícias que já todos conhecem de as ter lido na internet, dando, inclusive uma imagem desactualizada da publicação.

Estas experiências levam-nos a reduzir as edições impressas no início do ano e junto ao período de férias e a evitar a publicação de notícias que, pelo tempo de impressão, deixaram de ter actualidade na edição impressa.

As páginas que se “poupam” nesta nova politica editorial, serão utilizadas para potenciar artigos de pesquisa com temas de interesse para os profissionais do sector. Por outro lado, tencionamos manter, e até potenciar, publicações segmentadas e diferenciadas, tais como o Guia de Comprador, que se revelou um sucesso em 2008.

Esta alteração assegura uma adaptação ao mercado e garante aos leitores e anunciantes o interesse e retorno de leitura a que sempre os habituámos.

Chegamos á conclusão que de nada serve ter 12 revistas quando algumas correm o risco de chegar com informações desactualizadas e sem interesse de leitura. O nosso leitor quer uma revista com conteúdos actuais e temas interessantes, não quer perder tempo a ler algo que já deixou de ser notícia.

Rejuvenescer conteúdos, layout e posturas

Como é habitual, em cada início de ano retocamos o design da publicação impressa, adequando a nova segmentação de conteúdos a um layout mais uniformizado, nada de drástico, apenas pequenos ajustes que tornam a leitura mais agradável.

Outra alteração prende-se com a postura do envio da revista impressa. A publicação impressa é de envio gratuito à distribuição, mas também enviamos aos principais “players” da produção por nossa iniciativa. Ultimamente, verificámos que algumas marcas que nunca tiveram qualquer relação de comunicação ou comercial com a Revismarket acham que o envio gratuito da revista impressa é um “direito adquirido” e pedem, inclusive, vários exemplares por empresa. Assim, num ano em que o controlo das despesas é vital, decidimos rever a nossa política de envio de revistas impressas.

1- Continuaremos a enviar a revista a TODOS os profissionais de distribuição, desde que estejam ligados ao sector, independentemente do seu cargo e tempo na organização.

2- Os nossos parceiros anunciantes continuam a receber gratuitamente até 5 exemplares por organização.

3- As outras organizações que não são parceiras da Revismarket poderão receber gratuitamente 1 exemplar por organização, carecendo os restantes de assinatura (com um valor simbólico anual de 30 euros).

Estas modificações são mais posturais que propriamente comerciais. Têm como único objectivo evitar os tradicionais “abusos” de quem acha que “porque é gratuito, não custa dinheiro nem dá trabalho”. Muito pelo contrário, cada edição da Revismarket tem muito trabalho por detrás e, mesmo nestes tempos mais “apertados”, não baixamos, por ser gratuita, a qualidade de papel e muito menos de conteúdos.

Mesmo sabendo que alguns players poderão não receber estas mudanças de bom grado, da sua implementação depende a continuidade deste projecto que, sem as mesmas, correria o risco de se descaracterizar e perder credibilidade, pondo em causa a sua rentabilidade, como, lamentavelmente, tem vindo a acontecer a outras publicações, numa altura em que a sobrevivência neste meio passa pela aposta na qualidade do serviço.

Cidália Ribeiro

Directora

PUB
Capa da Revista



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos