Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

El Corte Inglés consegue os melhores resultados dos últimos 10 anos
2020-07-30

No exercício de 2019, o El Corte Inglés obteve os melhores resultados dos últimos 10 anos, com o lucro a atingir os 310 milhões de euros.

Durante a assembleia de acionistas, que se realizou de forma remota, no passado dia 26 de julho, Marta Álvarez, presidente do grupo retalhista espanhol, destacou a solidez do mesmo, num momento “tão difícil e complexo” e os pilares que serão a garantia do seu futuro, nomeadamente, a aposta por produtos e serviços de qualidade, a experiência de compra, a digitalização e o desenvolvimento de novos projetos.

Impulso da digitalização

A assembleia de acionistas serviu, entre outros temas constantes da ordem de trabalhos, para aprovar as contas de 2019, mais um exercício onde a aposta na omnicanalidade feita pelo grupo de grandes armazéns se fez sentir. Face ao atual contexto vivido, derivado da pandemia de Covid-19, a “firme aposta no e-commerce” faz ainda mais sentido para o grupo, que, nos últimos meses, testemunhou “uma multiplicação por cinco nas vendas online e por seis nos envios ao domicílio”.

Marta Álvarez fez questão de sublinhar este impulso da omnicanalidade, assim como o grande salto, em termos de digitalização, “que afeta já numerosas áreas da organização”, adiantando que, no outono, o El Corte Inglés lançará uma nova app.

A presidente do grupo anunciou também o desenvolvimento de novos projetos que acrescentem valor, permitam uma maior diversificação e contribuam para o crescimento. Entre estes está a criação de uma unidade de negócio Real Estate, com o objetivo de organizar e valorizar os ativos imobiliários, e novos projetos na logística, assim como o relançamento das Viagens El Corte Inglés e a ampliação, em parceria com a Financeira El Corte Inglés, de novos serviços para os clientes.

Responsabilidade e sustentabilidade

Marta Álvarez destacou também a importância de que se reveste para o grupo a que preside a responsabilidade empresarial, tanto a nível interno, “em relação à nossa equipa”, como a nível externo, “como organização solidária com a sociedade”. A este respeito, relembrou o compromisso do El Corte Inglés com as políticas de igualdade, com a integração laboral de pessoas com incapacidade e com as oportunidades de trabalho para mulheres vítimas de violência doméstica.

Marta Álvarez fez um balanço da gestão feita durante o período de confinamento, no qual o grupo demonstrou que é uma empresa comprometida com a comunidade. “No El Corte Inglés, aprendemos que somos capazes de antecipar-nos aos acontecimentos, de reagir com agilidade e diligência de ser versáteis e funcionais e, sobretudo, demonstrámos que somos capazes de responder perante a adversidade como uma única equipa, mais coesa, unida e solidária que nunca”, sublinhou. “Agora e passado este impacto, a nossa prioridade tem um único objetivo: continuar a avançar decididamente no sentido de uma recuperação definitiva”.

PUB
Capa da Revista



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos