Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

Panasonic compra participação na gorenje
2013-07-11

A Panasonic irá comprar uma participação de 13 por cento na gorenge, um dos maiores fabricantes de electrodomésticos da Europa de Leste, numa estratégia para crescer nesta região.

De acordo com a Reuters, a Panasonic está a desinvestir dos negócios menos rentáveis na área da electrónica de consumo para se focar e ser líder nos electrodomésticos. Neste sentido, a empresa japonesa quer aproveitar a forte procura por estes produtos nos mercados emergentes europeus, particularmente o russo.

A Panasonic vai pagar cerca de 10 milhões de euros por esta participação na gorenge. Com o objectivo de permitir que os accionistas, tanto existentes como novos possam beneficiar deste acordo, a gorenje vai levar a cabo uma ampliação de capital e uma quotização dual. A empresa eslovena fabrica electrodomésticos sob a sua própria marca e para terceiros, exportando 95 por cento da sua produção com vendas a 90 países.

O acordo estratégico entre a Gorenje e a Panasonic estrutura-se em dois pilares: a união dos departamentos de I&D (investigação e desenvolvimento) e o uso comum de algumas plataformas de fabrico de produtos de determinadas categorias (máquinas de lavar a roupa, frigoríficos e fornos de encastre). Ambas as empresas vão partilhar a rede de vendas e marketing, assim como o conhecimento do mercado de distribuição na Europa. Além destes pilares principais, este acordo irá criar uma base flexível que irá permitir a ambas as empresas procurar outras áreas de cooperação. “O compromisso da Gorenje no desenvolvimento de produtos inovadores, com qualidade e design, tornam-no o aliado ideal para a Panasonic. Pretendemos trabalhar juntos para construir uma plataforma sólida e de longo prazo para o crescimento que irá alavancar ambas as organizações no mercado europeu de electrodomésticos. Mediante a combinação dos nossos produtos complementares e tecnologias de fabrico, canais de venda e experiência em marketing, esperamos trazer aparelhos avançados, inteligentes e ecologicamente responsáveis para os consumidores europeus, incluindo a Rússia, nos próximos anos”, comenta Laurent Abadie, responsável máximo da Panasonic Europa.

A gorenje espera que esta aliança com a Panasonic resulte num aumento das vendas na ordem dos 80 milhões de euros ao ano em 2018. “Criar uma aliança estratégica com uma empresa com a reputação da Panasonic é um feito histórico para a gorenje e um passo importante na prossecução dos nossos objectivos estratégicos. A Panasonic é uma empresa líder a nível global, com uma tradição de quase 100 anos e um forte compromisso com um investimento em inovação ecológica; a gorenje vai continuar a trabalhar para manter a sua autonomia a longo prazo, tem um profundo conhecimento do mercado europeu, dos seus consumidores e centra-se no design, inovação e qualidade. A criação de sinergias no fabrico, vendas e design poderá trazer benefícios tanto para as empresas como para o consumidor final, assim como outros "stakeholders" de ambos os grupos. Este acordo dará lugar a novas oportunidades à medida que avançamos na colaboração nos próximos anos”, acrescenta Franjo Bobinac, presidente e CEO da gorenje.

A gorenje e a Panasonic vão pôr em prática a aliança conjunta nas áreas de I&D, fabrico e vendas, com ênfase inicial no desenvolvimento conjunto de uma nova geração de máquinas de lavar para serem distribuídas no mercado da União Europeia (UE), a produção de frigoríficos da marca Panasonic a cargo da gorenje que serão distribuídos na UE, Rússia e nos mercados da Comunidade de Estados Independentes (CEI), assim como a potencial distribuição conjunta de uma selecção de electrodomésticos de cozinha da marca Panasonic na Europa e a produção de fornos encastrados pela gorenje.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos