Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

IKI Mobile inaugura 1.ª fábrica de telemóveis em Portugal
2018-02-07

A IKI Mobile, empresa portuguesa de telemóveis inaugurou esta terça-feira, dia 6 de fevereiro, a primeira fábrica de telemóveis na Península Ibérica, em Coruche, na Zona Industrial do Monte da Barca.

Este investimento ronda os 1,6 milhões de euros de capitais próprios e criará, numa primeira fase, 36 postos de trabalho, número que irá aumentar, numa segunda etapa, com previsão de criação de 100 postos de trabalho diretos e 300 indiretos. “Este dia marca uma nova era para o desenvolvimento da tecnologia em Portugal e na Europa. Acreditamos que temos o potencial para ajudar a economia nacional a ser ainda mais forte, pois Portugal está a crescer bastante em diversas áreas, mas não no sector tecnológico. Deste modo, queremos ser os primeiros a produzir telemóveis a nível nacional e alavancar esta nova indústria. O país, devido ao seu notório desenvolvimento económico pós-crise, deu-nos condições de produção no nosso território, o que nos dá bastantes vantagens que vão desde a localização à confiança do consumidor num produto europeu. Ambicionamos ser a marca europeia de telemóveis”, sublinhou o administrador da IKI Mobile, Tito Cardoso.

A fábrica, que tem uma área administrativa de 700 metros quadrados e uma área de produção de 1.400 metros quadrados que irá ser posteriormente ampliada com mais 700 metros quadrados. Terá uma capacidade de produção de aproximadamente 100 mil telemóveis por mês e dará à IKI Mobile a autonomia necessária para crescer sem depender de outrem e, desta forma, descentralizar a produção nos países asiáticos.

A unidade fabril terá também a possibilidade de produzir telemóveis ODM-OEM (telemóveis de marca branca fabricados para operadores), assim como terá capacidade para produzir 12 mil moldes de plástico por dia, através da sua linha de injeção do mesmo.

A preocupação com o meio-ambiente é um dos fatores de diferenciação da marca, pelo que a IKI Mobile tem como intuito substituir os materiais mais poluentes, como o metal, por plástico reciclável na próxima gama. A fábrica terá igualmente áreas de pinturas e acabamentos dos equipamentos/moldes, testes de qualidade e resistência, departamento de software, assemblagem e produção, laboratório de cortiça e aplicação, embalamento, assim como uma sala polivalente para formação e apresentações, incluindo gabinetes de direção, desenvolvimento de novos produtos, área técnica de desenvolvimento de design técnico e de software e logística.

Tendo criado o primeiro telemóvel do mundo com cortiça, a localização da fábrica em Portugal, mais precisamente em Coruche, foi uma escolha natural, tendo em conta que esta localidade é a Capital Mundial da Cortiça, beneficiando igualmente da proximidade geográfica relativamente às operadoras europeias, assim como tem facilidade de acesso ao aeroporto e às auto-estradas.

O ministro da economia, Manuel Caldeira Cabral, presente no evento de inauguração, mostrou a sua satisfação pela instalação da fábrica em Portugal. “A IKI Mobile é uma empresa portuguesa que se afirma há já alguns anos e que agora confirma a produção de telemóveis em Portugal que se diferenciam quer pelo design, quer pela forma como são construídos, assim como pela integração de novos materiais cuja identidade portuguesa está patente. As empresas nacionais estão com mais confiança, estão a investir, a crescer e a criar empregos. Tal facto reflete-se na taxa de desemprego que continua a descer, fruto do trabalho destas empresas. O sucesso destes projetos e destas autarquias são o sucesso do país, são eles que fazem Portugal crescer”, declarou.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos