Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

LG apresenta nova OLED TV W
2017-03-27

A LG Electronics apresentou recentemente o novo televisor LG OLED W7, o modelo mais inovador da nova gama LG OLED TV 4K da marca.

Também conhecido como Wallpaper TV, integra Picture-on-Wall Design, Active HDR e tecnologia de som Dolby Atmos. A nova LG OLED W7 foi a vencedora do prémio Best of Innovation no CES 2017.

A nova gama LG OLED TV 4K, que inclui os modelos 77/65W7, 65G7, 65/55E7, 65/55C7 e 65/55B7, oferece uma imagem com o preto perfeito, contraste infinito e cores vibrantes. O mais recente lançamento da gama LG OLED TV 4K assenta nestas funções, mas também soma novas características, que tornam esta TV num verdadeiro hub de entretenimento. Em 2017, os televisores LG OLED TV 4K integram design Blade-slim nos modelos B7 e C7, design Picture-on-Glass no E7 e G7 e design Picture-on-Wall no recém-chegado W7.

O design inovador do LG OLED W7 segue a filosofia da LG de que menos é mais (Less is More) e dá um destaque particular ao ecrã. O perfil fino da LG OLED W7 faz com que pareça que o televisor levita no ar, transmitindo uma ainda maior sensação de imersão. Neste modelo, o painel OLED é colocado diretamente na parede através de suportes magnéticos, evitando espaços indesejados entre o televisor e a parede, a espessura final depois de instalado na parede é inferior a quatro milímetros.

A sensação de imersão é completada pelas colunas e pela tecnologia de som Dolby Atmos, a primeira vez que este sistema de som é integrado num televisor.

A tecnologia OLED é a única no mercado que não utiliza um painel de cristais líquidos (LCD) e que, por essa razão, não necessita de uma fonte de luz para iluminar todo o painel, como acontece nos outros televisores existentes no mercado. Vulgarmente designados por TV LED , LCD LED, QLED, ULED ou ou por qualquer outra sigla que inclui a palavra LED (excepto OLED), têm todos eles um painel LCD retro-iluminado que não lhes permite criar de forma perfeita a cor preta e não têm por essa razão um contraste elevado e uma imagem tão perfeita como só a tecnologia OLED consegue criar.

Na tecnologia OLED (de Organic LED), cada píxel tem a sua própria luz e pode ser controlado individualmente, ligado ou desligado um a um, não existe retro-iluminação nem cristais líquidos. Tem-se assim um painel mais fino, com design elegante, mas, o mais importante, uma imagem com um nível de preto perfeito que resulta num contraste infinito e em cores mais vibrantes. No painel OLED, a imagem tem mais detalhe, capaz de reproduzir mais de mil milhões de cores com mais brilho e realismo que qualquer outra tecnologia de televisão.

Os televisores da gama LG OLED TV 4K levam até casa a experiência do cinema. Ao combinar a tecnologia de imagem HDR Dolby Vision com o sistema de som Dolby Atmos, os televisores proporcionam a verdadeira experiência Dolby Cinema. A tecnologia Dolby Vision eleva a experiência de ver televisão em casa, ao oferecer melhor luminosidade e contraste, bem como uma paleta de cores mais rica. A tecnologia de som Dolby Atmos faz, por sua vez, com que o espectador se sinta no centro da ação, ao reproduzir sons poderosos que preenchem toda a sala de estar e envolvem a audiência. A tecnologia Dolby Atmos consegue-o ao isolar cada som, obtendo áudio tão rico como no mundo real.

Os televisores da nova gama LG OLED TV 4K são os primeiros no mundo equipados com Dolby Atmos. Consegue assim combinar a melhor tecnologia de imagem com a melhor tecnologia de som. Juntas, Dolby Vision e Dolby Atmos oferecem a solução perfeita. Mais de 80 títulos cinematográficos já foram produzidos com Dolby Vision e mais de 100 títulos estão atualmente disponíveis com Dolby Atmos, sendo que 25 deles são compatíveis com ambos os formatos. Para além disso, estão disponíveis mais de 100 horas de conteúdos originais Dolby Vision de vários fornecedores OTT pelo mundo fora.

O LG OLED W7 e os restantes televisores OLED TV 4K de 2017 suportam ainda os outros formatos HDR disponíveis no mercado, nomeadamente o HDR10 e o HLG (Hybrid Log Gamma). Integrados na tecnologia Active HDR da LG, os modelos OLED são capazes de processar todos os conteúdos HDR e ajustar cena a cena o brilho, a cor e o contraste para que o resultado seja uma imagem sem distorção, com mais brilho e maior detalhe nas sombras. Esta versatilidade é complementada pela função HDR Effect, que processa conteúdos SDR (não HDR) com o objetivo de melhorar a luminosidade em zonas específicas, destacando os níveis de contraste e conseguindo imagens mais precisas e reais.

Equipado com a última versão da plataforma de Smart TV, o webOS 3.5, os utilizadores não terão dificuldade em aceder a conteúdos premium HDR online, como por exemplo os conteúdos Dolby Vision disponíveis na Netflix. O sistema webOS 3.5 tem um conjunto de funcionalidades a partir da barra colorida onde estão todas as aplicações e funções – o Launcher. Em 2017, suporta os recentes conteúdos 360º VR, tudo muito fácil de utilizar com o telecomando por movimento, o Magic Remote, que além de controlar o OLED TV pode ainda controlar também outros equipamentos ligados ao TV, como por exemplo a box do operador de TV.

As capacidades visuais e áudio dos televisores LG OLED TV 4K tornam possível aos utilizadores experienciarem a larga gama de conteúdos constantemente disponíveis tal e qual como os seus criadores os imaginaram. Isto é possível porque toda a gama de 2017 recorre à tecnologia Technicolor utilizada em diversos conteúdos premium de Hollywood, desde filmes a episódios de séries.

Os novos OLED TV 4K da LG marcam o abandono da marca dos modelos curvos, que não se revelaram o sucesso esperado.

“Com a Dolby Vision e a Dolby Atmos integradas nos nossos novos OLED TV 4K, os espectadores vão conseguir reproduzir a magia do cinema em casa e os seus filmes favoritos com a clareza original, profundidade e imaginação intactos”, afirma Brian Kwon, presidente e CEO de Home Entertainment, da LG.

PUB
Capa da Revista



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos