Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

Electrolux compra Anova para explorar o crescimento dos produtos conectados
2017-02-08

A fabricante sueca de eletrodomésticos Electrolux vai comprar a fabricante de panelas Anova , uma vez que procura acelerar o desenvolvimento de dispositivos conectados para cozinhas e casas.

Os eletrodomésticos que podem ser conectados a smartphones são uma das tecnologias e recursos emergentes que se espera que sejam uma área de crescimento para os fabricantes de produtos de linha branca nos próximos anos.

Pagando 115 milhões de dólares em dinheiro pela Anova, que vende uma panela que está ligada através de um smartphone a milhares de receitas, a Electrolux espera alavancar o seu modelo de negócios de vendas diretas e impulsionar o seu próprio negócio de produtos conectados. "Este é um espaço que estamos a desenvolver e a aprender e isto é uma forma de acelerar essa aprendizagem em termos de dispositivos inteligentes e conectados", disse o CEO da Electrolux, Jonas Samuelson.

O gestor adiantou também que a Electrolux queria aproveitar a rede de marketing e vendas diretas da Anova e aprender com a sua experiência na criação de uma comunidade de utilizadores entre as 500 mil pessoas que compraram os seus produtos.

A Anova, sediada em São Francisco, nos Estados Unidos da América teve vendas de cerca de 40 milhões de dólares em 2016.

A Electrolux vai pagar um adicional até 135 milhões de dólares, dependendo do desempenho futuro da Anova, e vai estabelecer um centro de soluções para casas inteligentes em São Francisco, para impulsionar o desenvolvimento de produtos conectados noutras categorias.

A empresa, que está de olho em outras avenidas de crescimento, depois de uma tentativa falhada de compra do negócio de eletrodomésticos da General Electric, mais tarde vendido ao grupo chinês Haier, já faz aparelhos de ar condicionado, fogões, máquinas de lavar e de secar conectados. Jonas Samuelson disse que a Electrolux agora também se concentrará em áreas como controlo do clima e qualidade do ar. "Este é um espaço onde a conectividade e controlo e otimização fora de casa está realmente a descolar em termos de soluções inteligentes e conectadas".

PUB
Capa da Revista



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos