Notícias
Destaques
Artigos
Banco de imagens
Parceiros
Guia de Marcas
Newsletter
Quem somos
Contactos

PUB

Garmin fecha o 1.º trimestre com crescimento de 12%
2020-05-27

A Garmin anunciou os resultados financeiros do primeiro trimestre, período em que a empresa alcançou uma faturação de 856 milhões de dólares, o que representa um novo crescimento, aumentando 12% em comparação com o ano anterior.

As suas divisões de náutica, outdoor, fitness e aviação cresceram, em geral, 17% em relação ao primeiro trimestre de 2019. Da mesma forma, vale destacar o crescimento das divisões fitness e náutica, com um aumento de 24% e 22%, respetivamente, seguidas pela de outdoor, com 14%.

“O primeiro trimestre de 2020 foi positivo e a dinâmica do ano anterior permitiu-nos continuar a crescer“, afirma Salvador Alcover, CEO da Garmin Iberia. “A situação de incerteza social e económica que estamos a enfrentar está a influenciar bastante o comportamento do consumidor. Portanto, enfrentamos 2020 muito conscientes do que está a acontecer no mundo e continuaremos ao lado dos nossos utilizadores para tentar cobrir as necessidades que estejam ao nosso alcance”.

Sectores

A divisão de fitness cresceu 24%, durante o primeiro trimestre do ano, como resultado do avanço e consolidação dos equipamentos portáteis, especialmente vívomove 3, vívoactive 4 e Venu, e as contribuições dos rolos Tacx. As margens bruta e operacional foram de 50% e 14%, respetivamente. Os dados confirmam que os aparelhos de ginástica estão adaptados a uma sociedade interessada em levar uma vida saudável, promovendo um estilo de vida ativo.

No sector náutico, o aumento foi de 22%, com as margens bruta e operacional de 58% e 25%, respetivamente. Este ano de 2020 também trouxe novos produtos para esta divisão, como o relógio náutico Quatix 6, lançado recentemente.

Por sua vez, o segmento outdoor aumentou a sua receita em 14%, graças às contribuições significativas de relógios de aventura, como o fēnix 6, com a nova função de ski de montanha lançada no início do ano. Neste sevtor, as margens bruta e operacional foram de 64% e 27%, respetivamente. Ao longo deste ano, são esperados grandes lançamentos que ampliarão a oferta de outdoor para aqueles que desejam aproveitar a natureza ao máximo.

Na área de aviação, o aumento foi de 10% com contribuições de várias categorias de produtos. As margens bruta e operacional foram de 74% e 31%, respetivamente.

Finalmente, o segmento automóvel caiu 17%, uma situação em grande parte devido à contração do mercado e à menor venda de OEM. Nesse caso, a margem bruta foi de 47%. Apesar da queda, a empresa continua a apostar em trabalhar para impulsionar nichos de mercado, com a sua linha de câmaras Dash Cam ou o seu navegador para motociclos zūmo XT, lançado recentemente.

PUB
Banco de imagens



Mercado

L.Branca/PAE

Multimédia

Exclusivos